Os Bispos do Brasil por ocasião da 54ª Assembléia Geral, em Aparecida-SP, nos dias 6 a 15 de 2016 aprovaram o texto do Documento 105, com o tema: “Cristãos Leigos e Leigas na Igreja e na Sociedade” e com o lema: “Sal da Terra e Luz do Mundo” (Mt 5, 13-14). Diz o documento: “os cristãos leigos e leigas receberam pelo batismo e crisma, a graça de serem Igreja e, por isso a graça de serem Sal da terra e Luz do mundo. Nesse contexto de espiritualidade laical, a Igreja no Brasil, a partir do documento 105, nos propõe a celebrar o Ano do Laicato, a partir do dia 26 de novembro de 2017, quando celebramos a Solenidade de Cristo Rei do Universo e se estenderá até o dia 25 de novembro de 2018, também Solenidade de Cristo Rei do Universo. Portanto, , o tema para animar a mística do Ano do Laicato é: “Cristãos Leigos e Leigas, sujeitos na Igreja em saída”, a serviço do Reino. E o Lema: “Sal da terra e Luz do Mundo” (Mt 5, 13-14). O assessor da comissão para o Laicato, o leigo Laudelino Augusto dos Santos Azevedo aponta que é preciso em primeiro lugar a abertura do coração, presença e participação de todos. “É participando que a gente vai adquirir conhecimentos, experiências, vai entendendo melhor a nossa identidade como cristão leigo e leiga, a nossa vocação, espiritualidade e missão” (fontecnbb. net). Laudelino faz ainda um apelo para que todos contribuam com o sucesso do Ano do Laicato: “Você que é um cristão leigo ou leiga, ou você que tem algum Ministério na Igreja, você pode com sua presença, com sua participação, levar a bom êxito do Ano do Laicato(fonte cnbb.net).Em breve, as Dioceses receberão as orientações metodológicas de como preparar e celebrar nas paróquias, comunidades. Segundo a presidente do Conselho Nacional do Laicato no Brasil e integrante da comissão, Marilza Lopes Schuina, as dioceses receberão uma proposta a partir da qual, recomenda, tenham toda a liberdade para usar a criatividade ao planejar e vivenciar as ações locais. Com o Ano do Laicato a Igreja pretende dinamizar o estudo e a prática do documento 105 e demais documentos do Magistério, em especial do Papa Francisco, sobre o Laicato; e estimular a presença e a atuação dos cristãos leigos e leigas, verdadeiros sujeitos da missão na vida da Igreja e também na busca da transformação da sociedade. Pe. Pedro Hélio de Oliveira C.Ss.R.