Cidade do Vaticano (RV) – No domingo (26/7), o Papa Francisco foi o primeiro peregrino a se inscrever para a Jornada Mundial da Juventude de Cracóvia, no ano que vem. O Card. Stanislaw Rylko, presidente do Pontifício Conselho para os Leigos (PCL), afirmou que a JMJ será o jubileu dos jovens.

“O tema ‘Bem-aventurados os misericordiosos porque alcançarão misericórdia’ insere muito oportunamente a próxima JMJ no quadro do Jubileu Extraordinário da Misericórdia… uma bem-aventurança a qual inspirar-se com devoção neste Ano Santo”, escreveu o cardeal em uma nota publicada no dia em que se iniciou a contagem regressiva de um ano para o maior evento jovem católico do mundo.

Porta Santa

O centro espiritual da JMJ de Cracóvia será o Santuário da Divina Misericórdia e de Santa Faustina Kowalska, Apóstola da Divina Misericórdia, onde os jovens poderão atravessar a Porta Santa do Jubileu e receber assim a Indulgência Jubilar.

O local da vigília e missa de envio – que marcam a conclusão da JMJ – acontecerão no Campus da Misericórdia, onde uma Porta Santa simbólica será construída. “O Papa, acompanhado pelos jovens, atravessará a Porta no início da vigília em 30 de julho e, no domingo, 31 de julho, entregará a cinco casais dos cinco continentes lâmpadas acesas, símbolo do fogo da misericórdia de Cristo”, adiantou o Cardeal Rylko.

Inscrições

As inscrições para os grupos já estão abertas. (RB)